segunda-feira, setembro 24, 2007

[Mercado] Nova empresa júnior pretende inovar na área da Informática — Portal UEFS - Universidade Estadual de Feira de Santana

FONTE: UEFS

Feira de Santana vai longe!
-------------
Assembléia geral dos estudantes de Engenharia de Computação da Universidade Estadual de Feira de Santana aprovou a criação da EcompJr, a nova empresa júnior da Instituição. A entidade está voltada ao desenvolvimento de projetos na área de software, hardware e rede, com prestação de serviços destinada a qualquer cliente.

A EcompJr, explica o diretor da Projetos Tiago Calmon, está apta a atividades como a construção de web sites e até a implantação de sistemas mais complexos, como web e desktop, além do desenvolvimento de sistemas microcontrolados. “A empresa surge com o propósito de oferecer serviços de alto padrão de qualidade”, salientou.

Em breve, a empresa lança o site oficial, que vai funcionar no endereço ecompjr.uefs.br. Até lá, contatos podem ser mantidos através do e-mail ecompjr@uefs.br. “Otimistas, os membros da nova empresa júnior da Uefs pretendem, em curto espaço de tempo, alcançar a condição de referência de empresa júnior em Tecnologia da Informação (T.I.) na Bahia”, afirmou Tiago Calmon.

A EcompJr conta com apoio e participação do corpo docente do curso de Engenharia de Computação. “Para cada área de atuação teremos um professor atuando como orientador”, observa Lucas Miranda, vice-presidente da EcompJr.

Parceria

Os estudantes esperam atender demandas da própria Uefs, em parceria com a Assessoria de Informática. Segundo Abraão Maia, gerente de Desenvolvimento de Projetos, “a criação dessa empresa júnior na Universidade permite unir forças da área acadêmica com a área administrativa, preparando o estudante para o mercado de trabalho”.

Para Roberto Bittencourt, professor e um dos fundadores do curso de Engenharia da Computação, “mais do que meros empregados atuando no mercado de trabalho, os engenheiros de Computação têm a oportunidade de transformar este mercado, atuando como empreendedores”. Para o professor Hugo Saba, diz que “a empresa júnior será importante para os alunos no âmbito de empreendedorismo e experiência profissional”.

O diretor presidente da EcompJr, o estudante Rafael Ortega, observa que, mesmo nesta fase de início de atividades enquanto empresa júnior, o grupo já dispõe de experiência no que se refere ao desenvolvimento e gerência de projetos. “Buscamos a solução de novos desafios em razão de ser esse o cotidiano vivenciado pelos alunos do curso de Engenharia da Computação, ao lidar com o aprendizado baseado em problemas, a metodologia PBL”.

1 Comments:

At 3:20 AM, Blogger Rafael said...

CORRECAO: O site da empresa Ecomp JR é ecompjr.uefs.br sem o www. Como estudante do curso posso garantir que a formação de um estudante da UEFS é diferenciada. Sólida formação teórica aliada a pratica (metodo PBL de ensino) permite os alunos atuarem como profissionais trabalhando no desenvolvimento de projetos reais desde o segundo semeste na área de hardware (sistemas microcontrolados) e software. "Dizem que é um curso BASTANTE puxado", mas agente se diverte

 

Postar um comentário

<< Home